Mountain Do Atacama, reta final dos treinos.

É muito frequente quando estamos prestes a participar de uma prova longa e/ou que consideramos importante termos excesso de zelo, respeito, ou como quiser chamar, e por causa desse excesso acabamos treinando demais na reta final, podendo colocar tudo a perder e chegar no dia da prova com menos energia do que deveria ou simplesmente cansados.

Ha um tempo atrás escrevi um texto com orientações para as duas últimas semanas de preparação de atletas amadores para uma maratona. Considero o texto de grande valor aos que participarão do Mountain Do Atacama, tanto nos 42 como nos 23km.

Se ficar alguma dúvida deixe um comentário.

Bons treinos!

Não esqueça de conferir o que levar na mochila e de visitar o site da prova.

Enzo Amato.

Pré maratona, o que fazer!

há uma ou duas semanas de uma maratona Você já não tem mais tempo para ficar mais resistente, mas ainda tem tempo de estragar sua prova.

Digo isso porque ainda é muito comum ver pessoas que não sabem apenas esperar pela prova e na reta final estragam a preparação, chegando no dia do evento parcialmente recuperados dos últimos treinos, e quem já fez uma maratona sabe que é muito importante estar 100% no dia do evento porque você vai precisar de tudo o que tiver, e encontrará muitos que já não terão mais o que fazer, caminhando sofridamente pelo caminho.

Faltando uma ou até duas semanas é importante não gastar sua energia com treinos que não agregarão nada a seu condicionamento, por isso descanse e treine de vez em quando!

Faltando duas semanas, não faça mais treinos longos, um ou dois treinos de velocidade ou ritmo são mais indicados. Na semana da prova, faça um ou no máximo dois treinos de até 30 minutos, contando com o aquecimento, pode ser na velocidade que você pretende correr a prova. Deixe pelo menos a sexta e o sábado para descanso completo, se você for daqueles mais audaciosos e sua mente permitir, descanse na quinta também.

Aquele pratão de macarrão que seu colega disse que vai comer no sábado, antecipe-o para sexta, assim você acumula o carboidrato no tempo ideal que o corpo precisa para ser absorvido, 48h, no sábado coma a quantidade que você está acostumado a comer num dia qualquer e assim terá tempo de eliminar antes da prova. (Para orientações mais específicas sobre alimentação consulte um(a) nutricionista.)

Beba muita água no sábado, confira se no seu short cabem os sachês de gel que você pretende levar, passe vaselina nas partes que podem te incomodar, pois numa maratona tudo se acentua, escolha um par de meias confortáveis, de preferência os mesmos que você usou nos treinos longos, o mesmo serve para os tênis. Siga a estratégia que você e seu treinador traçaram, se você não tem um treinador sugiro que comece a prova num ritmo bem confortável até passar pela marca de 10km, e só a partir daí entre no seu ritmo de maratona, e qualquer outra dúvida pode me escrever que eu respondo.

Aproveite o trajeto que te dará o título de maratonista, mas já que só o título não vale muita coisa, alie a ele as lembranças do percurso, as pessoas, a paisagem, a torcida, o silêncio de vez em quando, seus pensamentos, as sensações ao vencer cada km… são elas que vão te acompanhar para sempre e isso é o que vale a pena num desafio tão grande quanto uma maratona.

Boa prova.

Enzo Amato.