Personal Trainer, como escolher e por que?

Difícil escolher, mas tento explicar como!!!!!

O futuro cliente (você) não tem parâmetros para avaliar as diferenças entre um profissional e outro, por isso de acordo com o que mais vejo no meu trabalho vou tentar explicar o que é relevante e o que não é para ajudar na sua busca por um profissional que realmente vai fazer diferença no seu treino.

Alguns pontos abaixo são percebidos com uma conversa prévia entre você e o profissional, como uma “entrevista de seleção”, porém outros só com o tempo mesmo.

Muito importante:

  • Todo exercício tem um porquê, a quantidade de séries, o número de repetições, a amplitude e angulação do movimento, por que ontem eu fazia assim e hoje é assado…? Tudo tem um porque e deve ser interligado e combinado para seu condicionamento, objetivo e limitações, e se seu professor não te explica ou convence, desconfie sim. Dá até pra dar uma ou outra explicação baseada em mito, acontece muito, mas quanto mais perguntas você fizer, vai acabar se dando conta se está torrando grana ou avançando no treino;
  • Conhecimento para adaptar o treino de acordo com o que você precisa. Adaptar a longo prazo e no curtíssimo também. Por exemplo, um dia de trabalho estressante causa reações fisiológicas diferentes de um dia que você fecha um ótimo negócio, e os treinos devem ser diferentes;
  • Saber conversar. Difícil passar horas na semana com alguém que não tem afinidade alguma com você;
  • Ele/a faz o que você quer fazer? Saber na prática também é importante.
  • Basear-se em parâmetros para direcionar os treinos. As modalidades aeróbicas são as que mais sofrem com o achômetro do treinador;
  • Faça perguntas para ver se o que ele vai oferecer é o que você quer ou gosta de fazer.
  • Indicação de amigo ou conhecido, seguida de bons argumentos;
  • Tem que ser registrado no CREF.

Shutterstock

Pouco importante:

  • Montar o aparelho pra você;
  • Te ajudar a executar o exercício;
  • Contar as repetições pra você;
  • Inventar exercícios mirabolantes.

O trabalho do personal é muito mais valioso que isso, nenhuma máquina, relógio ou aplicativo vai conseguir substituí-lo, por que todos os seres humanos são diferentes e só um bom profissional pode adequar o treino exatamente ao que você precisa.

A relação custo x benefício de ter um personal trainer é ótima se você souber o quanto ele pode facilitar o caminho até seu objetivo e usar o conhecimento dele a seu favor.Reparar nos pontos mais importantes que citei acima e ter uma boa conversa antes de se decidir já é meio caminho andado para ver os resultados que você quer, a outra metade é sua dedicação.

Se o texto mais te confundiu que ajudou, se você concorda ou não, é só deixar um comentário.

Bons treinos!

Enzo Amato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>