Adventure Sports Fair c/ Arthur Simões.

Hoje visitei a feira, como em todos os anos, e pude conhecer um grande aventureiro, Arthur Simões, ele simplesmente deu a volta ao mundo de bike, foram 40mil km, por mais de 3 anos, passando por 46 países, e vivendo vários perrengues e surpresas.

Sei bastante sobre essa aventura porque li o livro que ele publicou, chamado “O mundo ao lado” e hoje, na feira, pude ver a bike que ele usou, com os alforjes e tudo, que somados tinham mais de 30 kg. Com a história dele descobri que alguns países podem, e devem, ficar fora da lista de qualquer pessoa que queira dar a volta ao mundo, simplesmente não valem a pena, são realmente perigosos e não querem turistas. Ele chegou ao ponto de ser escoltado pela polícia para sair do país que estava. Já outros surpreenderam positivamente pelas paisagens, hospitalidade do povo e todos os comentários e percepções que ele conta no livro.

Hoje vi uma pessoa que passou por uma experiência incrível de auto conhecimento e que de uma forma peculiar, conheceu o mundo como ele é!

Enzo Amato

Livros esportivos e aventureiros.

Adquirir o hábito da leitura era algo que eu buscava, mas tinha dificuldade em deixar virar rotina, mas finalmente consegui, hoje não tenho TV no quarto e ao deitar consigo ler por alguns minutos, todos os dias, antes de dormir.

Os que mais me atraem são livros de aventuras esportivas e de preferência os que já foram vividos de verdade, as biografias. Dentre os poucos que já li até agora, entram na lista livros que envolvem e prendem a atenção, seja pelo planejamento ou pela imprevisibilidade com que podemos chegar a uma situação e ter que lutar pela própria sobrevivência, passando pelo imponderável e a superação, que é o tempero de qualquer aventura.

  • Milagre nos Andes – Nando Parrado. A história real vivida pelos passageiros de um voo que chegaria no Chile, mas caiu na Cordilheira dos Andes. Apesar de já saber o final e ter assistido ao filme, o livro trás tantos detalhes surpreendentes desses 72 dias, que  simplesmente não dá tempo de contar num filme. É um dos meus preferidos!
  • No ar rarefeito – Jon Krakauer. Jornalista americano que na temporada mais mortal no Everest, a de 1996, era cliente de uma das expedições e relatou tudo o que viu e viveu.
  • 100 dias entre céu e mar – Amyr Klink. Na minha opinião, o maior aventureiro brasileiro, dentre suas inúmeras aventuras solitárias por lugares inóspitos do planeta. Esse livro trata da sua viagem solo num barco a remo da África ao Brasil.
  • Mar sem fim – Amyr Klink. Esse livro trata da sua viagem, também solo, em 1998, ao redor da antártica.
  • A incrível viagem de Shackleton – Alfred Lansing. Em 1914 na tentativa de chegar ao polo sul o navio foi destruído e Shackleton, seu capitão, liderou a maior aventura para tentar salvar a própria pele e a de seus homens.
  • O mundo ao lado – Arthur Simões. O autor passou 3 anos viajando pelo mundo de bicicleta, passou por cada situação que isoladamente daria um livro, descreveu alguns dos lugares e culturas que eu já conheço de forma fidedigna e me convenceu de que alguns, dos muitos outros lugares pelos quais ele passou, não preciso chegar a conhecer profundamente. Realmente uma experiência de vida, e quase morte.
  • Nascido para correr – Christopher McDougall. Para quem gosta de correr, esse livro quebra paradigmas e te faz querer sair do sofá para dar uma corridinha.
  • Existem crocodilos no mar – Fabio Geda. A aventura real de um menino que, depois de ser abandonado pela mãe, levou 5 anos para cruzar a Ásia, sem dinheiro, e chegar a Itália.
  • Marco Polo – De Veneza a Xanadu – Laurence Bergreen. Um comerciante, que considero desbravador e aventureiro, passou 24 anos viajando pelo oriente médio até a China, serviu ao imperador Kublai Khan, neto de Gengis Khan, e regressou a Veneza.
  • 50 maratonas em 50 dias – Dean Karnazes. Como o título diz, ele correu 50 maratonas em 50 dias seguidos, uma em cada estado americano.

Vale a pena pesquisar e ler a resenha de cada livro citado acima porque minha breve opinião é particular e pode não coincidir com a sua.

Boa leitura não vai faltar, aproveite!

Se você leu um bom livro de aventura, deixe a dica para outros leitores.

Enzo Amato