Musculação, agachar até 90º ou completo?

Descer tudo ou só até 90º no agachamento? Que dúvida.

Gera muita dúvida porque como tudo na musculação, depende de quem vai fazer o exercício, e a melhor pessoa para ponderar todas as variáveis envolvidas, tanto da pessoa quanto do exercício, é o professor! Ainda não inventaram relógio, aplicativo, programa ou o que for, que seja capaz de ponderar todas as variáveis possíveis, porque pasmem, os seres humanos são diferentes e até um mesmo indivíduo vive momentos diferentes no ano, na semana ou no dia, e tudo isso faz diferença na hora de executar o exercício.

Depois dessa breve explicação de que um personal trainer serve para isso e não para montar o aparelho, deixo a explicação de algumas dessas variáveis.

No agachamento se trabalha o quadríceps (parte anterior da coxa) e glúteo. O posterior da coxa não. Por isso, depois do agachamento faça a mesma quantidade de séries na flexora.

Descer até 80 ou 85º tem a melhor relação custo benefício para a maioria do público de academia que tem menos de 2 anos de prática regular e vigorosa, nessa angulação as fibras são bastante recrutadas com menor pressão sobre a patela, se comparado com o agachamento completo. A diferença entre o meio agachamento (descer até 90º) e o agachamento completo, é que no segundo, percentualmente algumas poucas fibras a mais serão recrutadas, mas com um preço mais caro para os joelhos e outras estruturas, que podem não estar adaptadas. Essas poucas fibras a mais fazem diferença no treino de alguém experiente, mas nenhuma vantagem significativa para a maioria.

Outra variável relevante é saber que maior amplitude de movimento, mesmo que feito com menos peso, resulta em maior força e hipertrofia do que movimentos curtos.

Outra vez, a melhor pessoa para avaliar essas e outras variáveis é o professor, em diferentes momentos da sua preparação uma ou a outra pode ser a estratégia mais interessante. Esse assunto renderia muito mais linhas se eu tentasse explicar o que seria melhor em cada combinação das variáveis, mas começando pelo básico, que citei acima, você já sai na frente.

As explicações acima foram resumidas por mim, com base nos estudos científicos apresentados pelos professores, que admiro pelo conhecimento, durante o último congresso que fui sobre musculação.

Enzo Amato

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>