Mountain Do Atacama, vídeo do percurso, parte 3 e final.

Terminada a duna peguei o caminho errado, o 1º vídeo e 2º vídeo mostraram o percurso até esse ponto, nessa hora não sabia se estava cortando caminho ou fazendo mais do que devia, reparei que não haviam pegadas naquele ponto e que devia procurar a rota certa, vi um posto de hidratação, ainda longe, logo após uma estrada, segui em direção a estrada e cheguei até o posto no km 32. Após a corrida soube por outros atletas que errei pra mais, o que considerei melhor do que errar pra menos, que me deixaria com peso na consciência.

Faltando 10km para o fim da maratona, boa parte era de descida ou plano, mas com muita areia, céu azul e sol esquentando, larguei sem a cool towel porque estava frio, mas naquela hora, com o calor, ela viria bem a calhar, estávamos no chamado, vale da morte, alguns poucos turistas passeando, mas o silêncio e interação com a natureza era constante. O ritmo naquele ponto era mais lento pela dificuldade do terreno, clima e cansaço acumulado, até a câmera mexia mais e eu falava menos, mas em determinado ponto da maratona você sabe que vai terminá-la bem, senti isso no km 36, ainda me sentia bem e confiante. Passamos por um pequeno vilarejo e um pouco de verde se misturava na aridez, sinal que havia algum rio por perto e que a cidade de San Pedro estava próxima. Últimos quilômetros, hora de sorrir e lembrar de que tudo foi superado e que a prova tem que ficar na memória, pois poucos tiveram o privilégio de passar por ali fazendo o que gostam, correndo! Espero voltar um dia!

Vídeo 3

Último km e chegada

Enzo Amato

6 ideias sobre “Mountain Do Atacama, vídeo do percurso, parte 3 e final.

  1. Enzo, apesar de não considerar relevante – tendo em vista o fato de que você correu por todo o trajeto comentando e também filmando -, fiquei curioso em saber a sua colocação na prova. Parabéns pela tua perseverança! foi muito instrutivo para mim que estarei lá no dia 07/12/14 para participar do trecho dos 23 Km. Valeu!

    • Flavio, na hora eu fui ver, por pouco não peguei pódio na minha categoria, mas não lembro qual foi a colocação geral. Nesse dia foi minha primeira gravação com a GoPro e pensava em fazer um vídeo legal, por isso deixei de lado o objetivo de correr no meu limite. Não me arrependo, você e outros não teriam escrito se eu tivesse corrido um pouco mais rápido, mas me escreveram porque assistiram ao vídeo. Valeu!!!

  2. Enzo, parabéns por ter corrido os 42 km e filmado ao mesmo tempo, e ainda fazer comentários durante a prova. As imagens realmente ficaram boas. Qual câmera você usou? Estive nessa prova e fiz os 23 km, a prova teve trechos bem difíceis, mas o visual compensou o perrengue. Achei a organização eficiente, principalmente levando em consideração que a prova é no deserto e tendo que trazer toda a infraestrutura do Brasil. Abs.

    • Obrigado Maurício, usei a GoPro. Sem dúvida o visual compensou toda dificuldade que tivemos por lá e estávamos dentro de uma prova bem organizada, essa também foi minha impressão. Parabéns por sua prova!
      Abraço.

  3. Pingback: Mountain Do Atacama, vídeo do percurso, parte 1. | Blog do Amato

  4. Pingback: Mountain Do Atacama, vídeo do percurso, parte 2. | Blog do Amato

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>