Artigos e notícias

Estreando o Nike Free 4.0 Flyknit – 13/05/2015

Artigos e notícias – Voltar para "Mulher"Voltar para artigos e notícias

 

Desde que comecei a correr, tinha um certo preconceito com tênis que tivesse o solado/ perfil muito baixo. Já sentia dor só de ver, afinal, alguém com sobrepeso não sai ileso de uma corrida. Os calcanhares que o digam.

Até que, convidada para um treino da Nike Corre SP, especial de lançamento da nova linha Nike Free Flyknit, recebi o Nike Free 4.0 Flyknit. Com o solado baixíssimo em relação ao tênis que costumo usar em corridas, fiquei meio cabreira, mas quando vesti, parecia uma luva de tão gostoso, porém isso não significava que para correr seria do mesmo jeito. Engano meu.

Utilizei o tênis sem meias, e este foi meu único erro, pois após 5km meus pés tinham bolhas na parte interna, mas para minha supresa, meus calcanhares estavam intactos! No percurso do treino, deu para avaliar como ele se adapta em diversos terrenos, pois passamos por trilhas com barro e pedras, locais fáceis de deslizar, asfalto e grama e em nenhum momento tive problemas.

Primeira corridinha OK, mas resolvi tirar a prova no dia seguinte ao treino, participando de uma corrida de 7km. Agora era a hora da verdade. Coloquei meias (ufa) e lá fui eu, quilômetro a quilômetro e nada de dor, nem fisgada. Ao fim da prova estava inteira e sem dores.

O tênis é leve, não aperta e é super confortável, cumprindo com o objetivo, que é dar ao corredor uma passada mais natural, e não é porque o perfil é baixo, que eu senti o impacto das pisadas, foi tão suave quanto o meu tênis tradicional de corrida, que agora vai ficar um pouco de escanteio, enquanto me arrisco em outras distâncias com o Nike Free 4.0 Flyknit.

A linha Flyknit possui três modelos:  o Nike Free 3.0  que possui alta compressão, entressola de 4 mm e é recomendado para os que já são adaptados a esse tipo de tênis, que é bem justo no pé. Já os Nike Free 4.0 e o 5.0 têm entressola de 6mm e 8 mm, respectivamente, podem ser utilizado por qualquer um que queira desfrutar de uma passada mais natural e acostumar-se com a compressão do calçado, que não é tão alta quanto a do modelo 3.0. 

Você pode conhecer mais sobre os modelos no site: Nike.com.

Fonte: Ana Amélia S. Vidal – Redação MidiaSport

Ferramentas

2013 © Midia Sport - Todos os direitos reservados | Política de privacidade | Termos de uso