O mundo fitness dando ré.

Que triste e incômodo escrever sobre isso.

Recentemente um cara que tem muitos seguidores em redes sociais e um corpo bonito foi autuado pelo CREF dando aulas de ginástica, seja qual fosse o nome que ele dava, eram aulas de ginástica e para fazer isso é preciso estudar bastante e ter o registro no Conselho Regional de Educação Física (CREF).

Atualmente agências de publicidade que cuidam de marcas esportivas famosas aqui no Brasil estão direcionando suas estratégias para a moda e opiniões subjetivas de pseudo famosos e “personalidades fitness”, em detrimento de se preocupar em explicar qualidade através dos meios de comunicação especializados.

Quando eu era criança e calçava um kichute novo, tinha certeza que ele me fazia correr mais rápido que o velho. É nisso que vamos acreditar hoje, opiniões subjetivas?

No DNA a diferença é mínima.
Imagem: Shutterstock

A moda vende e dita tendências, faz você comer ou vestir coisas sem pensar, mas seja criterioso como consumidor e pense duas vezes quando isso tem a ver com sua saúde. De charlatão e tolinho o mundo tá cheio.

Quem pode te dar treinos são professores de Educação Física com registro no CREF, quem pode te dizer como um produto difere do concorrente é a mídia especializada que você confia!

Enzo Amato

Anabolizantes e profissionais de mentirinha

Fiscalização conjunta CREF9/PR – NUCRISA resulta em 12 interdições, 14 apreensões e 14 prisões

11 de julho de 2013

Durante fiscalização realizada nesta semana pelo Conselho Regional Educação Física do Paraná (CREF9/PR), com o apoio do Núcleo de Repressão aos Crimes contra a Saúde (Nucrisa), Vigilância Sanitária e Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR), em 25 academias de Curitiba e Região Metropolitana, foram interditados 12 estabelecimentos com a prisão de 14 pessoas, além de 14 apreensões de anabolizantes e suplementos proscritos pela ANVISA. Os dados da operação Narciso III foram divulgados nesta quarta-feira (12), durante coletiva de imprensa, no 1º Distrito Policial, em Curitiba. Na ocasião, ainda, foi anunciada oficialmente a campanha estadual contra o uso de anabolizantes, que será realizada em conjunto entre as entidades.

As autuações realizadas através da fiscalização foram decorrentes de exercício ilegal da profissão, de falsidade ideológica, das más condições de higiene e também da presença de anabolizantes nos estabelecimentos. “Há uma preocupação muito grande do Conselho para que a sociedade entenda que precisa ser atendida por profissionais éticos e competentes, certifique-se que ele está registrado junto ao Conselho e denuncie quando tiver conhecimento sobre alguma irregularidade. Conseguimos realizar essa ação graças ao apoio da Nucrisa e das outras entidades envolvidas, e pretendemos dar sequência esta operação”, comenta o presidente do CREF9/PR, Antonio Eduardo Branco.

De acordo com a delegada do Nucrisa, Samia Coser, que conduziu com extrema competência essa operação, que foi motivada por denúncias recebidas através do CREF9/PR e do CRM-PR sobre a presença de anabolizantes nas academias, da atividade irregular da profissão e outras irregularidades encontradas.

Fonte: CREF9/PR

Minha opinião: O uso de anabolizantes por pessoas comuns é muito mais frequente do que se pode imaginar. Como qualquer método imediatista, seja para ganho de massa, ou para perda de peso, a busca pela maneira mais fácil e sem esforço (milagre) sempre atrai grande atenção, mas o verdadeiro preço só será pago mais adiante com todos os malefícios para a saúde já amplamente difundidos, mas que pela beleza exterior, vale tudo. Que pena!
Enzo Amato