Adidas Boost Endless Run c/ vídeo.

Gostei do desafio! 10k+5+1

Os 10km foi como qualquer outra prova de 10km plana. O grande barato era saber como seria a segunda corrida depois de um intervalo de 1h mais ou menos. Me garanti levando damasco seco de casa (carboidrato e pouco volume), mas a prova oferecia tudo o que era preciso, havia água, isotônico, barrinha de proteína, maçã e banana. Claro que não era para comer tudo isso, mas escolher alguns deles dava a conta certa para garantir a energia sem pesar no estômago. Tínhamos acesso às sacolas do guarda-volume nesse intervalo, sem filas dessa vez. A organização oferecia duas alternativas de recuperação, barris de gelo e massagem, mas optei por procurar uma sombra e lá encontrei meu aluno Silvio onde ficamos até a hora de aquecer novamente. 

20min antes da segunda largada fomos aquecer e sentíamos as pernas um pouco pesadas no início, mas no fim do aquecimento já fazíamos pequenos sprints.

Os 5km começou pontualmente as 8h45 e apesar me sentir mais cansado no primeiro km consegui correr bem novamente. No fim das contas média de batimentos de 183 e 180 respectivamente. Minha percepção é que dá pra ir forte nas duas provas, como a segunda é menor, sua cabeça tem que estar preparada para lidar com o desconforto físico. Encare e estabeleça metas como se fosse uma prova de 10km, os outros 5km se torna o real desafio.

Se você faz 10km acima de 40min esqueça o desafio Boost 1k, esse é para poucos, o mais democrático é poder se desafiar e experimentar os 10k+5. Gostei!

Para ver os resultados, clique aqui.

Assista ao vídeo que fiz durante a prova.

Se vai fazer a etapa de 19/10 no RJ veja algumas estratégias para aliar com as deste texto.

O que usei:

  • Tênis: Adidas Energy Boost
  • Meias de poliamida: btwin
  • Short: Adidas running
  • Relógio: Garmin Forerunner 405CX

Enzo Amato

Adidas Boost Endless Run, estratégia de prova.

Corrida de 10k + 5 + 1.

Esse é o formato da nova prova da Adidas (site da prova), a inovação me motivou a encarar novamente as corridas de rua aqui em SP.

Ninguém treina forte, descansa por 1h e faz outro treino forte.

Isso vai deixar muita gente detonada durante a prova, mas não se culpe se isso acontecer com você, quer dizer que você tentou seu melhor, e quando vamos pro tudo ou nada, uma das duas ganha.

Vou com minha estratégia na cabeça, e a divido com você, levando em conta que o ser humano não é ciência exata, por isso quem sabe ela possa te ajudar também.

  • Para os 10km (todos os inscritos correm)

Vou fazer um bom aquecimento antes (correr 10min) para começar a corrida “sem dar um susto no organismo” e até o 1ºkm atingir o limite de batimentos que quero manter na prova toda, perto do L2. Não falo em ritmo por km, porque se estiver frio é um, mas se estiver calor é outro, enquanto que pelos batimentos é sempre aquele e tenho mais chance de acertar.

  • 1º intervalo

Assim que terminar os 10km, vou repor energia e líquidos e correr bem de leve por alguns minutos até me sentir melhor. Terei mais ou menos 1h até a próxima largada. Se tiver massagem no evento, vou me certificar que seja bem leve para não relaxar demais meus músculos e interferir negativamente na próxima corrida. Acho que nem vou na massagem, prefiro deixar pro final de tudo.

  • Para os 5km (todos os inscritos correm)

Pouco antes de começar os 5km vou correr mais um pouco, como se fosse outro aquecimento, para diminuir a chance de ter câimbra ou um estiramento e para poder começar com os batimentos mais acelerados. Durante os 5km vou tentar manter os mesmos batimentos da prova anterior, mas levando em conta minha percepção de esforço, vou até insistir um pouco, mas se o corpo não quiser eu diminuo o ritmo.

  • 2º intervalo

Assim que terminar os 5km, novamente reponho energia e líquidos e corro bem de leve para me sentir melhor enquanto espero pra ver se estarei entre os 100 homens que farão o último km.

  • 1km (só 100 homens e 50 mulheres com os melhores tempos somados)

Aqueço antes e começo sabendo que posso ir mais forte que o L2 e que vai durar menos de 4min, pra min. Essa é a estratégia racional, mas tem também a outra que é me deixar contagiar pelo efeito manada da largada, que não me abala nas outras distâncias, mas que em 1km pode rolar do começo ao fim.

Tenho certeza que será uma corrida que vai criar histórias legais para cada corredor.

Se você já tem sua estratégia e quer dividi-la com os leitores é só escrever.

Nos vemos lá.

Enzo Amato