A 6ª economia do mundo surreal.

Pedalo cerca de 80km por semana indo e vindo de uma das aulas que dou diariamente. Sinto dizer que a tendência é que eu pedale cada vez menos, ou morra pela pressa de alguém! Acredito cada vez menos no país que tem pleno emprego, cada vez mais empreendedores e classe média maquiados num jogo de números. Onde a única falta de maquiagem, é nas penas e punições ridículas aplicadas a pessoas que não sabem viver em sociedade.

Se eu fosse para uma balada em Santa Maria para me divertir, poderia ter morrido intoxicado junto com outras 241 pessoas. Se eu estivesse num jogo de futebol na Bolívia, para assistir futebol, poderia ter morrido por um sinalizador jogado por uma pessoa que queria ganhar moral dentro da própria torcida. Eu poderia ir ao trabalho de bicicleta, e no trajeto encontrar um motorista bêbado, que ao me atropelar e arrancar meu braço, ainda conseguiria pensar em fugir do local e jogar meu braço, que poderia ter sido reimplantado, num rio! Eu não poderia ter um relógio caro, uma bicicleta legal, uma moto, ou um carro, porque se um desfavorecido, no país do pleno emprego, quisesse tomá-lo de mim, bastaria me dar um tiro.

Concluo, com grande pesar, que em qualquer balada, em qualquer jogo, em qualquer dia que vou ao trabalho, essas atrocidades podem acontecer sem causar espanto, por causa de uma pessoa apressada, gananciosa, ou inconsequente, que depois de flagrada, pediria desculpa com cara de coitado, diria que se arrepende, mas continuaria sua vida, enquanto eu destruo a vida da minha própria família pela ausência repentina.

Esse é o mundo que eu vivo, e você?

4 ideias sobre “A 6ª economia do mundo surreal.

  1. Fala Enzo. Eu ja pensei varias vezes em ir de bike trabalhar … Mas isso q acontece desencoraja cada vez mais! Uma pena em relação aos nossos transportes públicos e ou muito transito para ir de carro! Um animal desse simplesmente pede desculpa , paga umas coisinhas e faz algumas ações comunitárias e o cara que ele acertou e a família nunca mais será a mesma. Enquanto isso no Egito os 20 e poucos caras que brigaram no estádio estão todos condenados a pena de morte! Não sou a favor da pena de morte mas sim a pena máxima , se a pena máxima no pais é a morte ai sim ta certo! Ou alguém paga pra dar exemplo por aqui ou uma hora acontece conosco ou com quem conhecemos de fato ou até mesmo se nao for da própria família.. F……

  2. realmente triste… estava voltando do treino no domingo, quando escutei a notícia… a radialista perguntava ao staff dela se realmente era verdade, surreal…

  3. Grande Enzo, sabias palavras me sinto igual a você a justiça aqui no Brasil tarda e sempre falha. É dificil de aceitar tantos furos na lei, tanta impunidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>