Livros legais

As recomendações de livros legais já virou uma biblioteca.

Foto: Arquivo pessoal

  • Por qué corremos, las causas científicas del furor de las maratones (em espanhol), de Martín de Ambrosio e Alfredo Ves Losada. O livro mistura as razões científicas e sociais para tentar explicar a corrida;
  • Correr, de Jean Echenoz. Conta a biografia de Emil Zatopek, um dos maiores corredores de todos os tempos;
  • Do que eu falo quando eu falo de corrida, de Haruki Murakami. Ele decidiu se tornar escritor e usou a corrida para se manter em forma e o livro conta como uma atividade influencia a outra;
  • Sonhos Verticais, de Manoel Morgado. Sobre a escalada dele ao Cho Oyu e Everest;
  • Carcereiros, de Drauzio Varela. Conta a relação dele deste lado das celas depois de 23 anos de convivência.

Clique aqui e veja outros títulos de aventura. A plantinha foi só pra completar a foto.

Em 2015 já tenho alguns me esperando, assim que terminar coloco neste blog.

Enzo Amato

Retorno aos treinos depois das férias.

Retornar é sempre incômodo, o primeiro treino depois das férias é um choque de realidade, o condicionamento parece que foi embora. A verdade é que seu corpo se acostumou com o dolce far niente. O condicionamento volta com alguns treinos, mas e os quilinhos a mais, o que fazer? Para quem já treina é fácil.

Imagem: Shutterstock

A matemática não mente, para perder meio quilo de gordura é preciso ter um déficit no consumo de 4500 cal. Levando em conta que uma pessoa precise de 2000 cal. por dia, e que uma corridinha leve de meia hora consome umas 300, é factível dizer que acumular um déficit de 4500 leva alguns vários dias.

  • O que eu sugiro? (uma dentre várias alternativas possíveis)

Treinar leve para que seja possível fazer todos os dias. É certo que quanto mais forte o treino, mais calorias se gasta, porém isso exige mais descanso. Quando eu volto de férias procuro fazer treinos fáceis de corrida e que não durem muito tempo, assim tenho certeza que consigo fazer todos os dias e sem dores. A rotina vai fazer o corpo sentir que a quantidade de calorias necessárias no seu dia a dia é diferente daquela quantidade pífia das férias e a perda de peso será gradual.

A musculação também fazia parte da minha rotina. Fiquei quase dois meses sem pegar peso e quando retornei fiz o seguinte. Reduzi 25% o peso, fiz séries de 6 repetições e dividi o treino em 3 dias para fazer um pouco por dia todos os dias junto com a corrida. É importante reduzir as repetições, pois são elas que te deixam com dor no dia seguinte.

Depois de alguns treinos você vai perceber que dá pra voltar aos poucos com a rotina de antes e fazer o gasto calórico semanal aumentar.

Tudo isso depende muito de como é sua rotina alimentar, pois deu pra perceber que é muito fácil perder pela alimentação o que o exercício consegue com muito esforço. O equilíbrio é fundamental, uma dieta restritiva demais não vai te deixar treinar todos os dias e vai inclusive afetar seu humor e raciocínio.

Este texto serve para quem já estava treinando e deu uma parada para as festas ou férias e agora quer voltar a treinar com foco em perder as calorias extras que consumiu. É bem provável que não sirva para iniciantes como resolução de ano novo.

Se ficou dúvida me escreva.

Enzo Amato